O essencial é invisível


"O preconceito é uma opinião não submetida a razão."
(Voltaire)

Tema de hoje: Diferenças

Todos nós somos diferentes e semelhantes. Nossas diferenças e semelhanças estão relacionadas ao ponto de vista de cada um. Aceitar as semelhanças e diferenças é mais do que respeitar a aparência física, raça, origem, religião, cultura etc. Consiste em respeitar o direito das pessoas na sua forma de pensar, sentir e agir - como indivíduo, assim como somos. Antes de aceitarmos as diferenças dos outros, devemos aceitar as nossas diferenças. Aceitar que, mesmo fazendo parte de um grupo (sociedade ou origem), somos indivíduos com nossas individualidades.

A verdade é que não somos como os outros e que os outros não são como somos. Assim como qualquer outra pessoa no mundo, nós temos o direito de ser como somos e o dever de aceitar os outros como são. Ninguém é superior ou inferior aos demais - não é saudável, e sim egoísta e injusto, quem ver dessa forma.

**********************
Ensinamento do dia: O Conceito de Raça no Brasil: Durante o período colonial – apesar da grande presença da mestiçagem nos planos étnicos e culturais – predominou no pensamento político português e brasileiro uma idéia das diferenças entre os seres humanos baseada na perspectiva religiosa. A principal oposição em que se apoiavam estas diferenças era a que existiria entre os cristãos, ou portugueses, e os indígenas, vistos como pagãos ou infiéis segundo o caso. Os mestiços seriam, segundo esta linha de pensamento, impuros frutos do pecado. O pensamento religioso num primeiro momento e o iluminismo a seguir deram as chaves para a compreensão das diferenças dos portugueses com relação aos indígenas e às possibilidades de sua inclusão ou não no mundo ‘civilizado’.

18 comentários:

Anônimo disse...

Que ótimo o que vc escreveu! Concordo com o que vc escreveu..:)

Nao sabia desse conceito de Raça no Brasil!!!

Bjs... Bia.

Renata disse...

Também acredito que a " saída" é o respeito às diferenças!!!
Bjos!

Poliane disse...

Grande menina!!
Tá bombando o seu blog, hein?? hehehe

Bem...lidar com o diferente muitas vezes é dificil, mas se entendermos que nós tb somos diferentes vemos tudo tão diferente, não é? Viva a diversidade, viva a diferença, viva as diversas raças e as suas qualidades!!

Anônimo disse...

Bom dia!! Se bem que já é a tarde aí na Suécia, não é?:D

Olha, concordo com o comentário da Poliane.. está bombando mesmo o teu blog!!:D Simplesmente um show..
Adoro o layout da página, o espaço com a letra e música, a mensagens.. enfim tudo!!!
Que comunidade legal essa sua que aparece as fotos!!;)
Vc, sim, é diferente!!! Não tem ninguém como ti, minha linda!!

Beijão da sempre fã,
Annaline.

Cejunior disse...

Oi Mélica, grato pela visita. E como você bem demonstrou, acho um absurdo um país multiracial como o Brasil ainda se discutir preconceito racial!!
Um beijo.

clarice disse...

Preconceito no Brasil (e em qualquer lugar) é uma verdadeira incoerência. Isto escapa a qualquer raciocínio lógico, mas como dizia Voltaire... é uma opinião vazia (e cheia de perturbação).
Um abraço

Patty disse...

A receita infalível é o RESPEITO as diferenças e se pensarmos não são elas que fazem desse mundo um lugar interessante? Eu acho.

Um beijão e ótimo dia!

Morgana Jackeline disse...

Olá Mélica...

Agradeço, primeiramente pela visita ao meu blog.
Quanto a blogagem coletiva acho que ela seja um ótimo meio para chamar a atenção para o que realmente interessa.
Parabenizo a você por também participar!

abraço...

Mário disse...

Melica, a chave é aquela mencionada no seu post: somos diferentes e nossas diferenças devem ser respeitadas por todos assim como nós devemos respeitar aqueles que são diferentes de nós mesmos. Abraços, Mário.

Saramar disse...

Mélica, excelente o seu texto.
Só podemos viver em sociedade respeitando os direitos dos outros, você falou o essencial neste caso.
Parabéns pelo blog, é muito bonito e interessante.

beijos

Simone disse...

Olá, vim pela blogagem coletiva. Também creio que os problemas de disriminação e preconceito tem maishaver com ignorância e falta de respeito.

Jens disse...

Oi Mélica:
Tolerância entre diferentes é a chave para um mundo melhor. Parabéns pelo seu blog, muito legal.
Um abraço.

Cris Penaforte disse...

Boa tarde...muito bom o seu blog, gostei tanto que voltarei outras vezes, com certeza! O respeito é o início e o fim de tudo, é uma pena que nem todos pensam e agem assim...
Bjão carinhoso, Crisssss...

Chawca disse...

Eu sabia que vc ia mandar bem, seu post está entre os meu preferidos ..

Parabéns..

luma disse...

Respeitamos quando passamos a conhecer melhor, somente a convivência é capaz de derrubar o preconceito. Beijus

Laine disse...

Se cada um olhasse para dentro de si e enxerga-se o puro e verdadeiro eu, não seria capaz de julgar e muito menos discriminar. Olha-mos pra dentro de nós por favor!

Sam disse...

Seria muito bom se todos praticassem o direito de SER e deixassem q todos tivessem o mesmo direito.
Talvez assim as coisas começassem a mudar.
Adorei o seu texto!!
Obrigada pela visita ao meu blog.
Tb estou achando ótima a participação das pessoas na campanha do Lino.
Te linkei pra voltar sempre.
Beijo

Lino disse...

Mélica:
Aceitar a diferença é o passo fundamental para se ter abertura e, com ela, se chegar ao fim do preconceito. E não querer que todos sejam iguais, porquê são diferentes.
Obrigado por sua participação.

Creative Commons License
Blog licenciado - Creative Commons License.