A Humanidade é desumana


"O maior pecado contra nossos semelhantes não é odiá-los, mas ser indiferente a eles: esta é a essência da desumanidade." (George Bernard Shaw)

Tema do dia: Humanidade

Creio que não haja um texto que descreva tão bem a que ponto nós, humanos, chegamos... nossa espécie tem evoluído, desde os tempos da caverna, a passos lentos, se compararmos a nossa capacidade racional e emocional à outras espécies... Quantos de nós temos utilizado nosso espaço, capacidade e tempo para uma evolução "mais positiva" da humanidade?

*********************************************************************

"Sinto muito, mas não pretendo ser um imperador. Não é esse o meu ofício. Não pretendo governar ou conquistar quem quer que seja. Gostaria de ajudar - se possível - judeus, o gentio... negros... brancos. Todos nós desejamos ajudar uns aos outros. Os seres humanos são assim. Desejamos viver para a felicidade do próximo - não para o seu infortúnio.

Por que havemos de odiar e desprezar uns aos outros? Neste mundo há espaço para todos. A terra, que é boa e rica, pode prover a todas as nossas necessidades.

O caminho da vida pode ser o da liberdade e da beleza, porém nos extraviamos. A cobiça envenenou a alma dos homens... levantou no mundo as muralhas do ódio... e tem-nos feito marchar a passo de ganso para a miséria e os morticínios.

Criamos a época da velocidade, mas nos sentimos enclausurados dentro dela. A máquina, que produz abundância, tem-nos deixado em penúria. Nossos conhecimentos fizeram-nos céticos; nossa inteligência, empedernidos e cruéis. Cansamos em demasia e sentimos bem pouco.

Mais do que de máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que de inteligência, precisamos de afeição e doçura. Sem essas virtudes, a vida será de violência e tudo será perdido."

*Parte do texto "O Grande Ditador", por Charles Chaplin.

*********************************************************************

2 comentários:

Mariano disse...

Somos muito imperfeitos!
Nossa evolução é superficial, acredito que do mais humilde ao mais sofisticado algo de Neandrethal ainda continua latente e pior ainda todos querem o que o outro tem, por isso guerra, fome, destruição!

Porem existe esperança, ao mesmo tempo somos capazes de gestos lindos e piedosos!
Exercício diário de tolerância e derrepente fazemos daqui um lugar melhor, nem q seja um pouquinho!

karla nazareth disse...

às vezes, acho que as pessoas fariam um bem enorme para si mesmas se deixassem de existir. o acaso que determinasse se valeria a pena colocar essa espécie de novo no planeta... parece amargo, mas, às vezes, não dá pra pensar diferente (-:

Creative Commons License
Blog licenciado - Creative Commons License.