Se quer acertar, prepare-se ao errar


"Se o dinheiro não é seu servo, ele será o seu mestre." (Francis Bacon)

Tema do dia: Dinheiro

Vivemos pela necessidade de viver, aprender, evoluir... Precisamos de estímulos e recompensa, seja através de um elogio, das experiências, da amizade, do salário ou um "obrigado". O dinheiro, como define o Wikipédia, "é o meio usado na troca de bens, é essencialmente um símbolo - uma abstração." Ter dinheiro é saber lidar com perdas e ganhos, é saber estruturar a vida. E adquirimos esse conhecimento com a prática ao longo da vida.

*************************************************
Dicas para ajudar você a educar seu filho*

1. Ensinar ao seu filho a distinguir as coisas que compramos porque “queremos” daquelas que “precisamos”.
2. Desde cedo faça seu filho entender a importância de não desperdiçar e cuidar do dinheiro.
3. Ensinar a criança a controlar o consumo por impulso, mostrando como elaborar uma lista de compras e obedecê-la no supermercado.
4. Explicar aos filhos que tipo de trabalho realizam. Isso ajudará a criança a estabelecer relação entre ganho de dinheiro e os limites de seu uso.
5. Mostrar as diferenças entre coisas “caras” e “baratas” em diferentes ambientes (padaria, farmácia, papelaria etc).
6. Assumir as próprias deficiências com relação ao dinheiro.
Use o bom senso e não dê lições de moral.
7. Estimular a criança a participar do orçamento doméstico, incentivando-a a dar sugestões sobre modos de reduzir despesas.
8. Dar mesada à criança. Isso irá ajudá-la a tomar decisões e fazer escolhas, mesmo que em pequena escala.
9. Não se sentir desanimado se a criança gastar todo o dinheiro da mesada.
Cometer erros é normal e vai ensiná-la a evitar erros maiores no futuro.
10. Reforçar a idéia de que a responsabilidade social e a ética devem estar sempre presentes no ganho e no uso do dinheiro.

* Extraído do livro Educação Financeira - 20 dicas para ajudar você a educar o seu filho da educadora Cássia D’Aquino.

*************************************************
"Se uma pessoa adquire a atitude correta em relação ao dinheiro, isso ajudará a endireitar quase todas as outras áreas de sua vida." (Billy Graham)

6 comentários:

Cejunior disse...

Bom dia Mélica!
Dicas importantíssimas. Um dos grandes problemas de hoje é a baixa tolerância infantil para um não. E se o assunto envolver dinheiro, então...
Sempre achei fundamental ser bem transparente com minhas filhas. Sentávamos e explicava que para onde ia o dinheiro, o que dava para guardar (e a importancia disso) e quanto ia sobrar para as "compras"... rsrs
Sabe que as duas, hoje uma com 24 e outra com 26 anos, são extremamente cuidadosas com suas finanças! Enfim, valeu à pena ser chato.
Beijos e uma boa quinta-feira.

Chawca disse...

Boas dicas, eu sou um desastre financeiro, mas também nunc aganhei mesada na vida...

dän disse...

dinheiro? hein? é de comer?

Patty disse...

Ótimas dicas Mélica!
Um beijo e bom final de semana!

Zana disse...

adorei essas dicas...vou pratica-las com meu filho!!!bjus

Cássia disse...

Oi, Mélica,

Obrigada pela gentileza de divulgar minhas ideias junto a seus leitores.

Vida longa e muito sucesso ao blog!

Um grande abraço,
Cássia D'Aquino Filocre
Especialista em Educação Financeira
Corresponding Member da IACSEE-International Association for Citizenship, Social and Economics Education
www.educacaofinanceira.com.br
cassiadaquino@educacaofinanceira.com.br

Creative Commons License
Blog licenciado - Creative Commons License.